Sistema blockchain passa a ser utilizado pela empresa MasterCard

Com o advento de novas formas de pagamento e das criptomoedas em ascensão, os bancos e todas as instituições financeiras passaram a se adequar a esta nova realidade em todo o mundo. A empresa de cartões de crédito MasterCard já se pronunciou ao dizer que irá agregar a forma de pagamento com os cartões utilizando blockchain. O anúncio realizado pela MasterCard foi feito no dia 20 de outubro de 2017, dizendo que os pagamentos entre as empresas, conhecidos como B2B, está sendo inaugurado e será utilizado como opção “MasterCard Blockchain API”.

O novo serviço da MasterCard foi divulgado oficialmente no Money 20/20 Hackathon, que ocorreu em Las Vegas – Estados Unidos. A estimativa da empresa é que este serviço possa ser utilizado pelos clientes já em outubro deste ano. “A solução de blockchain da MasterCard proporciona novas maneiras de pagamento que atendam a todas as necessidades das instituições financeiras e seus clientes finais”, disse representantes da empresa durante o evento.

Isso acaba sendo surpreendente, levando em conta que a MasterCard se colocou contra o bitcoin em entrevistas dadas pela empresa. Sabendo que estava indo contra a realidade do atual cenário tecnológico monetário, Vitalik Buterin, co-fundador da Ethereum, diz que a MasterCard percebeu o grande potencial de ganho para a empresa na utilização do sistema blockchain.

Em primeiro lugar, a segurança em meio as transações digitais acabam sendo o ponto seguro do sistema blockchain, sabendo que as transações não são rastreáveis e descentralizadas. A privacidade e a dinâmica na transmissão de dados, somados a uma segurança criptográfica de última geração, foram determinantes para a aceitação da empresa neste ramo tecnológico. A API blockchain está programada para ter como base a rede de pagamentos que inclui 22 mil instituições financeiras e irá se adequar para aumentar a capacidade de transações. Outros problemas no sistema B2B antes do blockchain existir também serão resolvidos, como “velocidade, transparência e custos em pagamentos transfronteiriços”.

“Ao combinar a tecnologia blockchain com a nossa rede de assentamentos e as regras de redes associadas, criamos uma solução confiável, segura e fácil de dimensionar. Quando se trata de pagamentos, nós queremos proporcionar escolhas e flexibilidade aos nossos parceiros, para que eles possam usar os novos trilhos de pagamento de forma transparente de acordo com as necessidades e os requisitos de seus clientes”, disse Ken Moore, responsável pelo laboratório EVP da empresa.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *