Dívidas acumuladas pelas famílias em 2017 são divulgadas pela CNC

O número de famílias brasileiras que detêm algum tipo de dívida acumulada em 2017 buscou a casa dos 62,2% no final de 2017. Os dados desta divulgação são de acordo com a Peic – Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor – divulgada no dia 5 de janeiro deste ano. A divulgação foi realizada pela CNC – Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, indicando que houve uma alta percentual de 3,2 pontos na comparação com o mesmo período da pesquisa realizada no final de 2016.

As dívidas acumuladas por essas famílias inadimplentes até o final do ano passado, representa 25,7% do valor total acumulado no mês de dezembro de 2017, equivalente a uma alta percentual de 1,7 ponto na comparação com o mesmo período em 2016. O número de famílias que dizem não ter condições de arcar com o pagamento destas dívidas atrasadas são de 9,7%, um percentual de 0,6% maior quando é feito a comparação com o mesmo período em 2016.

A quantidade de famílias que se declararam estar muito endividadas no final do ano passado, fechou 2017 em 14,6%, número semelhante ao fechamento do ano de 2016. A média de tempo estimada para que o valor destas dívidas sejam pagas é de 64,3 dias, estimados no mês de dezembro do ano passado. Em 2016, a estimativa de pagamento para o mesmo período foi de 63,8 dias.

Segundo os dados desta pesquisa, um percentual de 76,7% destas famílias inadimplentes tem como principal dívida o cartão de crédito, que tem logo em seguida os carnês oferecidos por lojas, equivalentes a 17,5% dos endividamentos. O endividamento pelo financiamento de veículos apresentou 10,9% destas dívidas.

“Apesar da melhora recente, os indicadores de inadimplência permanecem em níveis superiores aos de 2016. A taxa de desemprego ainda bastante alta ajuda a explicar a dificuldade das famílias em pagar suas contas em dia e o pessimismo em relação à capacidade de pagamento”, explica a economista da CNC, Marianne Hanson.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *