Saiba como a forma de se vestir pode ser um modo de comunicação, por Donata Meirelles

A moda pode ser vista e adquirida em diversos lugares, sem que seja necessário grande esforço para isso, explica a empresária brasileira Donata Meirelles. Ao se andar pelas ruas, o que se pode perceber é que muitas pessoas se preocupam com o modo como se vestem, adotando estilos peculiares. Mesmo quando não há um desejo consciente de se vestir algo em especial, o indivíduo pode comunicar uma forma de encarar o cotidiano, destaca a empreendedora.

O ponto principal da escolha do vestuário passa também pela questão da adequação a uma dada ocasião. Tal situação ocorre de modo quase automático, conforme noticia a empresária. Um exemplo bastante comum é quando alguém precisa escolher a roupa que usará em uma determinada festa. Mesmo com a extensa variedade de modelagens e estilos, cada um tem em mente uma certa estética pela qual procura se basear no momento da escolha das peças.

Em se tratando de locais que são frequentados rotineiramente, aqueles onde se trabalha são os que demandam maior conformidade com o que estabelece a cultura do lugar. Donata Meirelles salienta que, ainda que não haja um código de como se vestir, os profissionais que ali atuam procuram prezar por escolhas mais discretas. A observação do modo como os colaboradores com mais tempo de casa se vestem dá bons indicativos do que é aceitável em uma companhia.

A comunicação por meio da roupa também pode ser conferida em festas de carnaval. Nessas ocasiões as pessoas procuram se divertir e para isso adotam fantasias com as mais diversas temáticas. Embora seja uma época lúdica, permeada por uma atmosfera de brincadeiras, há quem aproveite a circunstância para comunicar algo, como situações que tenham chamado a atenção em um dado momento do ano. A empresária lembra que, apesar das brincadeiras carnavalescas, muito pode ser extraído dessas ocasiões.

O universo infantil também faz parte de uma comunicação por meio das roupas e até dos calçados e acessórios, elucida Donata Meirelles. Em épocas remotas, as vestimentas eram bastante diferentes das que são vistas atualmente. Isso, segundo a empresária, ocorria pelo fato da própria sociedade ter outra mentalidade. Como a tecnologia ainda não havia tomado os rumos atuais, isso acabava interferindo no processo de fabricação das roupas das crianças.

Quem trabalha como blogueiro, sobretudo de moda, literalmente se comunica através do que veste. Tratando-se de uma profissão recente, se comparada com muitas outras, esta se vale da diversidade têxtil para alcançar lucratividade. A empresária pontua que algumas blogueiras têm conseguido lucrar de forma exorbitante ao exibirem determinadas marcas de roupas. Isso também pode ser fruto da combinação de roupas, acessórios, maquiagens e até mesmo um estilo de vida, acrescenta a brasileira.

De modo geral, Donata Meirelles ressalta que o ponto mais agradável do mundo da moda consiste no fato desta se modificar a cada ano. Tal modificação varia tanto em relação às peças que são lançadas, quanto no caráter democrático que esta vem apresentando. Assim sendo, é possível estar dentro de alguma moda sem que se pretenda seguir qualquer tendência. Ela sinaliza que em todos os casos há algum tipo de comunicação, ainda que esta ocorra de forma implícita.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *