Fintechs oferecem créditos menos caro

Pela facilidade que os smartphones propiciam, as fintechs, startups que atuam no ramo financeiro, estão de olho na população de baixa renda, pois 80% dessa classe social utiliza um smartphone. As  fintechs  trazem boas notícias porque podem oferecer créditos para os seus clientes por um custo menor que o praticado pelos bancos tradicionais, principalmente porque não precisam arcar com os custos de um espaço físico para oferecer os seus serviços ao cliente.

A tendência é que a tecnologia facilite transações bancárias para todas as camadas da população, mas de acordo com o professor da FGV-EASP, Edgard Barki, é preciso ter mais contato com o público-alvo para entender como é a vida financeira dele. Segundo Guilherme Horn, head de inovação da Accenture, multinacional da área de tecnologia, as ferramentas financeiras do mundo digital possibilitarão que as pessoas possuam uma conta digital, conhecida também como wallet, ou um cartão pré-pago, o que proporciona pagamentos sem necessidade de ir a um espaço físico e descarta movimentações de dinheiro com um custo alto.

Para se consolidar as fintechs destinadas ao público de baixa renda precisam ganhar a confiança e esclarecer informações investindo em instrução. A KeroGrana, por exemplo, é uma empresa fintech que surgiu para disponibilizar empréstimo online, principalmente para mulheres. Para a classe, não é comum existir um salário de reserva caso surja algum compromisso para ser pago, para isso, a KeroGrana oferece empréstimo a um custo menor que os bancos. A parceria da fintech com o banco CBSS, irá aumentar ainda mais a oferta.

A intenção é poupar quem precisa de um empréstimo sem o desgaste pela procura em diversos bancos, com o pedido online é possível obter o crédito sem necessidade de visitar pessoalmente os estabelecimentos e nem enfrentar filas. Outra startup que oferece esse tipo de serviço é a Konkero.

A ideia da Konkero é tratar bem todos os clientes, inclusive os que estão negativados, para isso existe uma produção de conteúdo específica para auxiliar as pessoas a terem mais chances de aprovação. Nos planos da fintech, existe o lançamento de um curso de finanças para orientar a população a tomar as melhores decisões na vida financeira.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *